AÇÃO COMUNITÁRIA PREPARANDO PESSOAS PARA A VIDA

FAÇA A SUA DOAÇÃO AGORA

Fique por dentro dasinformações e notícias sobrea Ação Comunitária e o universo dos jovens.

faça a sua doação,colabore Conheçatodos osprogramas.

“Empresa e comunidade: atores do desenvolvimento sustentável” será o eixo do VI Fórum Internacional da RedEAmérica que vai acontecer no Chile

Contará com a conferência da Secretaria Executiva da CEPAL, Alicia Bárcena, quem dissertará sobre os principais desafios da Agenda pós 2015 e a forma como o setor privado pode trabalhar com os governos e a sociedade civil para enfrentar temas como a pobreza, a distribuição da renda, a educação, etc.

No dia 24 de abril de 2014 vai acontecer pela primeira vez no Chile o Fórum Internacional da RedEAmérica, FIR Santiago 2014. Em sua sexta versão, o Fórum convocará mais de 600 atores do desenvolvimento sustentável, grandes empresas e organizações sociais de origem empresarial que promovem o investimento social privado na América Latina.

O Fórum espera gerar um diálogo sobre as tendências e mudanças no papel do setor privado com relação ao desenvolvimento sustentável nas comunidades e em seus enfoques e práticas. Também aspira motivar o setor empresarial para encontrar respostas e soluções transformadoras junto com outros atores.

O evento é organizado pela RedEAmérica, uma rede temática integrada por mais de 70 organizações de origem empresarial que fazem investimento social privado em 11 países da América Latina. 

“O setor empresarial pode contribuir com a sua voz e sua ação através do investimento social privado ou do próprio foco do negócio, e gerar transformações profundas e sustentáveis para construir comunidades fortes, prósperas e democráticas. Esta contribuição é um compromisso ético com o exercício da responsabilidade social e um compromisso com a sustentabilidade”, diz Margareth Florez, diretora executiva da RedEAmérica.

“O objetivo deste encontro é debater sobre o papel das empresas que investem e contribuem à sustentabilidade dos territórios e das comunidades, que fortalecem e empoderam, além de oferecer ferramentas e programas de alto impacto a longo prazo. Nós não promovemos filantropia,  promovemos o fortalecimento das comunidades para que elas tenham voz própria”. O objetivo é que as empresas façam uma contribuição à sociedade, articulada com o Poder Público. diz Manuel Farias, representante do Bloco Chile.

 

Mesas paralelas: enfoques, práticas, dilemas e desafios

 O Fórum contará com seis mesas paralelas, onde serão discutidos temas sobre o acompanhamento ao desenvolvimento sustável das comunidades e dos negócios, o alinhamento entre empresas e fundações para o relacionamento com a comunidade, os novos conceitos de negócios sociais, negócios inclusivos e negócios com a base da pirâmide, de que forma o negócio pode contribuir ao desenvolvimento local, os dilemas e desacertos no relacionamento empresa- comunidades, e os desafios dos indicadores para medir impactos da relação empresa- comunidade.

As mesas contarão com experiências da Argentina, do Brasil, do Chile, da Colômbia, do Equador, do El Salvador, da Guatemala, do México, do Peru e do Chile.

 

Mais informações:

 www.firsantiago2014.cl

Email:prensa@firsantiago2014.cl

Compartilhar Curtir Voltar

Ação Comunitária é selecionada para receber apoio do FIES em 2013

Concorrendo com mais de 1.000 projetos na área de educação, a Ação Comunitária foi uma das 15 contempladas para receber recursos técnicos e financeiros do Programa de Investimento em Programas Sociais do Fundo Itaú Excelência Social (PIPS FIES), do banco Itaú.

Confira reportagem do SPTV com a Ação Comunitária

Curso Profissionalizante de Garçom e Garçonete é destaque no SPTV. 

Ação Comunitária lança livro que trata da relação do jovem com seu futuro pessoal e profissional

A obra "O Jovem e Seu Projeto de Vida" é resultado do Projeto Geração, viabilizado com recursos do FUMCAD. A proposta da publicação é contribuir para a melhor formação dos educadores e, consequentemente, dos jovens e crianças atendidas por eles.

Estão abertas as inscrições para a Olimpíada de Língua Portuguesa

O Ministério da Educação, em parceria com a Fundação Itaú Social, abriu inscrições para a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, voltada para estudantes que frequentam do 5.º ano do ensino fundamental ao 3.º do ensino médio e seus professores.